• Instagram ícone social
  • Facebook Social Icon
  • YouTube ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Twitter Social Icon

A Equipe VIVARES

está sempre muito atenta e pronta para permitir a você um bom suporte em qualquer atividade Psicoterapêutica.

VEJA FOTOS DOS GRUPOS QUE JÁ FIZERAM O

NÍVEL 01 DO MINDFULNESS RELACIONAL = ATENÇÃO PLENA

Mídia divulga Mindfulness

PORTAL ON LINE ARAUTO

A seguir você pode ler matéria divulgada sobre o nosso

1º Mindfulness publicado no Portal Online Arauto no dia 17.11.2018. Favor clicar na manchete a seguir:

RIOVALE JORNAL

clique no título abaixo e leia no Riovale Jornal, página 2, um artigo do Pe. Cyzo Assis expondo parte de sua visão sobre a importância do Mindfulness Relacional

para um melhor bem estar: 

Mindfulness: 

Mais que uma tendência.

DEPOIMENTO

A RESPEITO DO TREINAMENTO 01

DO 4º MINDFULNESS RELACIONAL

DO VIVARES

 

FANTASTICO, INCRIVEL,INSPIRADOR!

Através do treinamento em Mindfulness "acordei" para uma nova forma de ver o mundo, começando pelo meu EU. Melhorei habilidades de comportamento, convívio e relacionamento. Após o treinamento me senti preparada para ser feliz de forma sólida. Aconselho a todos que queiram modificar sua forma de viver, pensar e entender a vida. Não há como descrever o valor real de um treinamento como esse. Evoluí anos em um dia. Me sinto imensamente grata ao VIVARES e toda a Equipe de Suporte!

JAQUELINE TERRES

– Santa Cruz do Sul - RS

Logo mais teremos o próximo Grupo em MINDFULNESS RELACIONAL. Faça sua inscrição através do WhatsApp 11-9-7221-6761 ou através do e-mail vivaresplus@gmail.com enviando seu nome completo, data de nascimento e endereço com telefone. A inscrição será confirmada pela nossa Equipe de Suporte. Só após a confirmação é que a inscrição estará devidamente efetuada. Os valores serão informados aqui neste espaço logo mais.

Local do evento:

Vale de Nazaré - BR 471 KM 127

Logo após o Santuário de Schoenstatt sentido cidade bairro. 

Divulgue para seus amigos

e familiares.

Você se beneficiará

com o aprendizado para:

REDUÇÃO DA ANSIEDADE

AUTOCUIDADO

DESENVOLVERÁ MELHOR A

GENEROSIDADE

GENTILEZA

COMPAIXÃO

VAGAS LIMITADAS

Seja bem vindo e bem vinda! 

20 razões para praticar Mindfuness!

 

O artigo a seguir é do site “Huffington Post” e foi traduzido pela Jeanne Pilli do blog Cultivando o Equilíbrio. Fizemos alguns ajustes de tradução, consultando o artigo original.

 

1. Reduz o estresse – literalmente.

Uma pesquisa publicada no mês passado na revista Health Psychology, resultante do Projeto Shamatha, mostra que Mindfulness não está associada apenas a sensação de menor estresse, como também está ligada à diminuição dos níveis de cortisol, o hormônio do estresse.

 

2. Nos permite conhecer quem realmente somos.

Mindfulness pode nos ajudar a enxergar além do aparente quando precisamos analisar a nós mesmos de forma realmente objetiva. Um estudo publicado na revista Psychological Science, e traduzido aqui, mostra que Mindfulness pode nos ajudar a observar os “pontos cegos” de nossa personalidade, relativizando nossas próprias falhas através da ampliação de percepção da realidade.

 

3. Pode melhorar o aproveitamento escolar.

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, Santa Barbara, demonstraram que estudantes universitários que foram treinados em Mindfulness apresentam melhor desempenho na seção de raciocínio verbal nos exames (GRE), e também sentem melhorias em sua memória de trabalho. “Nossos resultados sugerem que o cultivo de Mindfulness é uma técnica eficaz para melhorar a função cognitiva, com consequências de amplo alcance”.

 

4. Pode ajudar as tropas militares.

O Marine Corps americano está em processo de avaliar como o treinamento de Mindfulness poderia melhorar o desempenho e a capacidade dos soldados em lidar com o estresse.

 

5. Pode ajudar as pessoas com artrite a lidar melhor com o estresse.

Um estudo de 2011 na revista Annals of Rheumatic Disease mostra que, apesar de treinamento da mente não ser capaz de ajudar a diminuir a dor de pessoas com artrite reumatóide, pode ajudar a diminuir o estresse e a fadiga.

 

6. Provoca mudanças no cérebro como forma de proteção.

Pesquisadores da Universidade do Oregon descobriram que o treinamento em integração corpo-mente – que é uma técnica de meditação – pode resultar em mudanças no cérebro que são capazes de proteger contra a doença mental. A prática de meditação foi relacionada com conexões de sinalização aumentadas no cérebro bem como um aumento no tecido de proteção aumentada (mielina) em torno dos axônios na região cingulada anterior do cérebro.

7. Funciona como um “botão de volume sensorial” do cérebro.

Já se perguntou por que a meditação pode fazer você se sentir mais focado? É porque ajuda o cérebro a ter um melhor controle sobre o processamento da dor e das emoções, especificamente por meio do controle de ritmos alfa corticais (que desempenham um papel sobre a quais sentidos físicos as nossas mentes estarão atentas), de acordo com um estudo publicado na revista Frontiers in Human Neuroscience.

 

8. Faz a música soar melhor.

A meditação melhora nosso engajamento focado na música, ajudando-nos a realmente apreciar e experimentar o que estamos ouvindo, de acordo com um estudo publicado na revista Psychology of Music.

 

9. Mesmo quando não estamos praticando formalmente, Mindfulness trás benefícios.

Você não precisa estar meditando para que a prática possa beneficiar o processamento emocional do seu cérebro. Essa é a conclusão de um estudo publicado na revista Frontiers in Human Neuroscience, e traduzido aqui, mostrando que a resposta da amígdala cerebral ao estímulo emocional é alterada por meio da meditação, e este efeito ocorre mesmo quando uma pessoa não está ativamente meditando.

 

10. Aumento da consciência corporal, do auto-conhecimento,

da regulação da emoção e da regulação da atenção. os benefícios de Mindfulness com relação à saúde podem ser resumido a estes quatro elementos, de acordo com um estudo (link) publicado na Perspectives on Psychological Science.

 

11. Auxilia no trabalho de médicos

(e provavelmente outros profissionais cuidadores). Médicos, prestem atenção: a meditação pode ajudá-los a cuidar melhor de seus pacientes. Pesquisa da Universidade de Rochester Medical Center mostra que os médicos treinados em Mindfulness são menos críticos, mais autoconscientes e melhores ouvintes na interação com os pacientes.

 

12. Faz de você uma pessoa melhor.

Os benefícios da meditação para quem a pratica são maravilhosos. Mas também pode beneficiar as pessoas com quem interagimos, tornando-nos mais compassivos, de acordo com um estudo publicado na revista Psychological Science. Pesquisadores das Univerdidades Northeastern e Harvard demonstraram que a meditação está relacionada com um comportamento mais virtuoso.

 

13. Auxilia na redução do estresse associado ao câncer.

Pesquisa do Jefferson-Myrna Brind Center of Integrative Medicine mostra que a meditação, juntamente com arte-terapia, pode diminuir com sucesso os sintomas de estresse entre mulheres com câncer de mama. Além disso, os exames de imagem mostram que a meditação está ligada a mudanças cerebrais relacionadas ao estresse, emoções e recompensa.

14. Pode ajudar os idosos a se sentirem menos solitários.

A solidão entre os idosos pode ser perigosa, na medida em que sabidamente eleva os riscos relacionados a uma série de doenças. Mas, pesquisadores da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, descobriram que Mindfulness ajudou a diminuir esses sentimentos de solidão entre os idosos, e aumentar a sua saúde, e reduzindo a expressão de genes relacionados com marcadores inflamatórios.

 

15. Pode diminuir os seus gastos com saúde.

Não só a sua saúde pode se beneficiar do treinamento de Mindfulness, mas o seu bolso também. Pesquisa (link) publicada no American Journal of Health Promotion mostra que a prática da Meditação Transcendental está relacionada com a redução dos custos médicos anuais, em comparação com pessoas que não praticam a técnica de meditação.

 

16. Pode nos ajudar a combater gripes de inverno.

A meditação Mindfulness e exercícios podem diminuir os efeitos desagradáveis ​​de resfriados. Pesquisadores da Universidade de Wisconsin constataram que as pessoas que se envolvem nessas práticas perdem menos dias de trabalho por conta de infecções respiratórias agudas, e também sentem redução na duração e na gravidade dos sintomas.

 

17. Reduz o risco de depressão entre as mulheres grávidas.

Uma em cada cinco mulheres grávidas irão sofrer de depressão, mas aqueles que têm um elevado risco de depressão podem se beneficiar da prática de ioga com intenção de Mindfulness. “A pesquisa sobre o impacto da prática em mulheres grávidas é limitada, mas encorajadora”, diz o pesquisador Dr. Maria Muzik, MD, professor assistente de psiquiatria da Universidade de Michigan. “Este estudo constrói as bases para futuras pesquisas sobre como a prática pode levar a sentimentos positivos e de segurança em relação à gravidez.”

 

18. Também reduz o risco de depressão entre os adolescentes.

A prática de Mindfulness ensinada a adolescentes, por meio de programas escolares, pode ajudá-los a sentir menos estresse, ansiedade e depressão, segundo um estudo da Universidade de Leuven. Veja a tradução aqui.

 

19. Pode ajudar na perda de peso.

Tentando perder alguns quilos para chegar a um peso saudável? A meditação pode ser de grande ajuda, de acordo com uma pesquisa realizada com psicólogos pela Consumer Reports e pela Associação Americana de Psicologia. O treinamento em Mindfulness foi considerado uma estratégia “excelente” ou “boa” para perda de peso, por sete dos dez psicólogos envolvidos na pesquisa.

20. Ajuda você a dormir melhor.

Um estudo da Universidade de Utah demonstrou que o treinamento em Mindfulness, pode não só nos ajudar a controlar melhor nossas emoções, como também pode nos ajudar a dormir melhor. “As pessoas que relataram níveis mais elevados de Mindfulness dizem ter melhor controle sobre suas emoções e comportamentos durante o dia. Além disso, níveis maiores de atenção foram associados com menor ativação na hora de dormir, o que pode trazer benefícios para a qualidade do sono e para a capacidade de manejar o estresse”, disse o pesquisador Holly Rau.

GRATIDÃO: Ação sempre curativa.   

Cyzo A. Lima                      

 

Neste último dia do ano as pessoas no geral são tomadas de vários sentimentos. Alguns desses sentimentos são muito bons e outros nem tantos. Os sentimentos bons são gerados no pensamento e são voltados para valores e para tudo o que é edificante. As pessoas no dia de hoje - 31.12 - pensam que o ano poderia ter sido melhor. Pensam que poderiam ter feito mais coisas boas, terem sido mais presença junto às pessoas com quem vivem, trabalham ou amam. De qualquer forma, para a maioria delas seus pensamentos voltam-se para a gratidão. Os nossos diversos – bons ou maus -  pensamentos são os alimentadores de nossa mente.

 

Então, passar o dia de hoje, o último do ano, pensando o quanto fomos agraciados, presenteados, contemplados e até sortudos em tantas coisas, das mais pequeninas às mais importantes, é super saudável, para encerrar o ano com a mente bem oxigenada de positividade. Positividade gera claridade e assim iniciamos o ano novo interiormente melhores iluminados. Não estou aqui dizendo que não tivemos dissabores e contratempos ou desgastes, muitos inclusive desnecessários.

 

Uma mente clarificada, iluminada, sempre gerará gratidão. Nossos pensamentos geram conexões neurais e que vão desencadear uma reação emocional. O emocional interfere no nosso comportamento para mais ou para menos. Se mantemos o pensamento em coisas boas, positivas, elevadas, justas, puras, verdadeiras, bem-intencionadas, nosso sistema neuronal cria um canal que leva isso a uma reação emocional saudável. Essa reação gera uma ação positiva em nosso comportamento. O pensamento de gratidão contínuo ou repetitivo traz ao nosso corpo uma sensação de bem estar e leveza. Ficamos mais saudáveis.

 

Pessoas gratas, segundo os maiores pesquisadores em Mindfulness, adoecem menos, e quando hospitalizadas, ficam bem menos tempo na internação e logo voltam para casa. Essas pessoas também não estão em sua maioria na lista dos altos índices de câncer e nem de certas doenças estomacais, de pele, ou mesmo com a imunidade baixa. A gratidão é um fantástico remédio para o corpo, a mente e o espírito.

 

Para os que são cristãos e os que desenvolvem alguma espiritualidade, sabem que o Apóstolo Paulo insistia no valor da gratidão quando escreveu na 1ª Epístola aos Tessalonicenses 5,18: “Em tudo – ou por tudo – sejam agradecidos”. O grande e sábio apóstolo antecipou dois mil anos aos estudiosos e praticantes do moderno Mindfulness que não cansam de escrever sobre o valor curativo da gratidão.

 

Neste ano que finda exerci Mentoria para dois grupos em Mindfulness Relacional em Santa Cruz do Sul – RS. Aos queridos participantes dos dois grupos sugeri que para este último dia do ano, durante todo o dia, mesmo em atividades, sejam quais forem, silenciosamente repitam o Mantra:

 

“Eu sou grato/a por tudo de bom que recebi neste ano

e fui merecedor/a”

 

   Ser grato é uma ação que energiza saudavelmente nosso todo: Corpo, mente e espírito. Vivemos em um mundo onde encontramos em quase todos os ambientes pessoas ingratas, egoístas e exploradoras de bens materiais e imateriais, tais como amizade, confiança, reciprocidade e generosidade dentre tantos. Tais pessoas mais cedo ou mais tarde adoecem gravemente. Elas talvez não saibam que a ingratidão é uma toxina que vai construindo silenciosamente uma doença grave. Como se dá isso? Bem simples: Toda pessoa ingrata é também raivosa, mesmo que inconsciente. A raiva não interrompida leva à grave doença ou disfunção mental.

 

Você que leu até aqui, faça em sua mente uma listinha de algumas coisas bonitas que lhe aconteceram em 2018 e para cada uma delas diga um obrigado que venha lá de sua alma. Um obrigado carregado de amor. Caso seja possível, expresse também de outras formas seu sentimento de gratidão às pessoas que foram presença, força, apoio, tolerância e que de alguma forma te ajudaram em 2018. Você vai receber toda essa gratidão em dobro durante o ano de 2019, pois a gratidão é prima do amor, irmã da gentileza e filha da sabedoria. Já pensou iniciar o ano novo sabendo que poderá ser presenteado com tudo isso, talvez em dobro? Uma coisa eu já experienciei e pesquisas sérias comprovam: Aquilo que semeio eu também colho! Então semeamos neste último dia muita gratidão.

 

Minha pessoal GRATIDÃO aos meus leitores, aos meus queridos pacientes no VIVARES, às pessoas queridas que somam comigo nas equipes de suporte em São Paulo e no sul, aos participantes do Mindfulness em 2018, meus amigos de vida e Missão e as parcerias nas múltiplas atividades que realizamos em prol de um melhor ser humano na missão social solidária. Que vocês tenham um abençoado e próspero ano de 2019 com muita leveza de corpo, mente e espírito. Bons avanços e abraços!

 

Cyzo Assis Lima,fpm

Psicoterapeuta clínico,

Psicanalista, Padre,

Instrutor em Mindfulness

e palestrante motivacional

com linguagem moderna terápica.

www.vivares.info

e-mail: vivaresplus@gmail.com

WhatsApp: 11-9-7221-6761

facebook.com/cyzoassis.lima

FIQUE ATENTO PARA NOSSA AGENDA

EM MINDFULNESS = ATENÇÃO PLENA

Em 2018 realizamos em Santa Cruz do Sul

a instrução em MINDFULNESS

para dois grupos. Um grupo foi para uma equipe

de um Escritório de Advocacia

Gostaríamos de falar um pouquinho com você!

 

Realizaremos com muito carinho e empenho, próprio do trabalho do VIVARES Espaço Psicoterapêutico um dia de MINDFULNESS RELACIONAL no Vale de Nazaré, lugar de bela natureza e boa energia. Achamos que você vai gostar e que vai ajudar você também de alguma forma.

 

Quem conhece a pessoa do Pe. Cyzo Assis Lima – sempre muito eclético e engajado nas questões que elevam o espírito e a mente do ser humano – vai se surpreender vendo-o também na execução de um trabalho como MENTOR em Mindfulness.

 

Em São Paulo desde 2011 ele fez formação em Psicanálise e Psicoterapia Clínica, tornando-se Psicanalista e Psicoterapeuta Clínico.  Seu trabalho e de sua equipe no campo da saúde emocional – e aqui entra também a saúde da alma – tem crescido e ajudado centenas de pessoas a recuperarem sua autoestima, vibração e melhor gestão de sua vida pessoal, familiar e no trabalho profissional. Neste site www.vivares.info vale a pena conferir dezenas de depoimentos de pessoas que foram beneficiadas com esse trabalho.Você pode conferir depois na Aba "Depoimentos dos Pacientes".

 

Na capital paulista nos últimos oito anos ele frequentou várias formações com certificação – Algumas intensivas e outras pontuais - em Escolas conceituadas e com mestres renomados nas seguintes áreas: Instituto de Psicologia Positiva, Escola de Psicanálise Clínica, Programação Neurolinguística (PNL) e Mindfulness. Citamos aqui algumas formações para que se tenha uma ideia:

 

- Instituto de Psicologia Positiva & Comportamento

  Dr. Fábio Apolinário;

- Escola Coaching Sem Limites E PNL - Otávio Castanho;

- Mindfulness Funcional - Alan Pogrebinschi;

- Escola de Psicanálise Diálogo Aberto

  Dr Sylvio Alípio (In memoriam)

 

Favor confirmar o mais breve a sua inscrição, pois nosso objetivo é trabalhar com um grupo pequeno, não mais que 30 pessoas e para isso as vagas são limitadas. Já temos mais de uma dezena de inscrições.

 

Gostaríamos também de ter você conosco aprendendo juntos a fazer uma “viagem para dentro de nós mesmos”.  Sabia que a gigante das pesquisas – a Google – criou há alguns anos para seus funcionários e parceiros um programa diário com o seguinte nome: “Procura dentro de ti”!  

 

Seja bem-vindo e bem-vinda!

 

Abração com muita energia de amizade e fraternura da

Equipe de Suporte do Mindfulness Relacional!

Divulgue para seus amigos e familiares

VAGAS LIMITADAS

Seja bem vindo e bem vinda! 

VOCÊ JÁ OUVIU FALAR EM MINDFULNESS?

Quando você está com a cabeça cheia, o melhor caminho talvez não seja esvaziá-la, mas sim treinar o seu “músculo da atenção”...

 

Por Fernanda Migueres

 

A sociedade contemporânea está ficando doente. Nos queixamos de estar cada vez mais “estressados” e frequentemente usamos essa palavra para dizer que o dia foi corrido, cheio de coisas para fazer, mas isso não necessariamente gera sinais de estresse, um mecanismo fisiológico sem o qual nem o ser humano nem os animais teriam sobrevivido até os dias de hoje.

 

O estresse, na realidade, ocorre naturalmente em nossas vidas, em resposta aos desafios fisiológicos e psicológicos do cotidiano. Nosso corpo responde a esses desafios ativando mecanismos comportamentais, neuroendócrinos, imunológicos e metabólicos que nos ajudam a enfrentar esses estímulos “estressores”.

 

O problema é quando o estresse se torna disfuncional – isto é, quando sentimos que a demanda lá fora é maior do que a nossa capacidade ou energia interna para supri-la. É quando nos deparamos com nossos limites – e não os respeitamos.

 

Isso gera vários prejuízos à nossa saúde. Nesse contexto, Mindfulness (“atenção plena”, em português) surge como uma valiosa ferramenta para lidarmos com as situações desafiadoras do dia-a-dia sem entrarmos em combustão interna.

 

Mindfulness é um estado mental que emerge quando se presta atenção, de forma intencional, com uma atitude curiosa e não-julgadora. Você foca no momento presente e se deixa permear pelo que acontece a sua frente, sem se impor decisões instantâneas ou reações precipitadas. Mindfulness, portanto, é uma habilidade que pode ser treinada com técnicas vivenciais que integram corpo e mente.

 

Mindfulness vem ganhando interesse nos últimos anos. Apesar de ter suas raízes no Budismo, Mindfulness é uma prática laica, ou seja, é desvinculada de um contexto cultural, étnico ou religioso. Isso permite que qualquer pessoa possa incorporá-la em seu cotidiano – como o objetivo de viver melhor e de sofrer menos. Além disso, Mindfulness se traduz em técnicas simples, acessíveis a indivíduos de qualquer faixa etária ou nível educacional, como por exemplo, a atenção plena na respiração, na qual a âncora para se focar no momento presente é o nosso próprio ritmo de inspiração e expiração. Ou, ainda, o Body Scan (Escaneamento Corporal), na qual utilizamos nosso corpo para estarmos de fato presentes nas situações que vivemos.

 

As intervenções baseadas em Mindfulness têm sido estudadas cientificamente e seus benefícios podem ajudar pessoas com diagnósticos de câncer, ansiedade, depressão, dor crônica, cardiopatias, entre outros transtornos relacionados ao “estresse”. Ela também ajuda indivíduos considerados “saudáveis”, mas com níveis elevados de estresse em seu dia-a-dia, como alguns profissionais, estudantes de ponta e atletas de alto nível.

 

Estudos com profissionais da área da saúde, incluindo equipes de Atenção Primária à Saúde, têm evidenciado que a prática da meditação pode melhorar o manejo de situações estressantes no dia-a-dia de trabalho, com menor risco de desenvolvimento de Burn-Out (síndrome de esgotamento profissional) e melhora de indicadores de qualidade de vida associada ao trabalho.

 

Trinta minutos diários de meditação podem atenuar sintomas de ansiedade e depressão, segundo uma nova pesquisa da Escola de Medicina da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Os pesquisadores analisaram 47 ensaios clínicos feitos até junho de 2013, com 3 515 participantes, envolvendo meditação e vários problemas de saúde física e mental, incluindo depressão, ansiedade, estresse, insônia, uso de drogas, diabetes, doenças cardíacas, câncer e dor crônica. Eles observaram melhoras nos sintomas de ansiedade, depressão e dor depois que os participantes foram submetidos a um programa de treinamento de oito semanas em meditação Mindfulness.

 

O primeiro programa de Mindfulness foi criado por Jon Kabat-Zinn, professor Emérito de Medicina e fundador da Clínica de Redução do Stress e do Centro de Atenção Plena em Medicina, na Escola Médica da Universidade de Massachussets, em 1982. Esse programa, denominado MBSR (Mindfulness-Based Stress Reduction) foi criado com o objetivo de reduzir os elevados níveis de estresse detectados em pacientes portadores de dor crônica – patologia que já foi chamada de “a epidemia silenciosa do mundo moderno”.

 

As pessoas, em muitos desses casos, se sentiam isoladas e desesperadas. Além da carga de sofrimento que carregavam pela vida – dor constante – elas também se consideravam uma carga pesada para a família, para os amigos e para os colegas. Muitas delas até perdiam o emprego ou recebiam o diagnóstico de depressão devido à dor. Depois que seguiam todas as recomendações médicas e a dor ou o estresse permaneciam lá, se abatia sobre elas uma enorme sensação de impotência diante dessas circunstâncias e da vida em geral.

 

Mindfulness nos revela um caminho no qual a verdadeira reabilitação é vislumbrada – quando realizamos nossa completude na quietude de qualquer momento ocorre uma nova e profunda reconciliação com nossos problemas e o sofrimento. Essa mudança de perspectiva cria um contexto inteiramente diferente, dentro do qual podemos ver os problemas e lidar com eles, por mais graves que sejam.

 

Hoje, no Brasil, as intervenções baseadas em Mindfulness estão se disseminando graças a iniciativas como do Centro Mente Aberta, responsável por um programa de extensão na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), cuja missão é promover e divulgar as práticas de Mindfulness como uma promoção da saúde e da qualidade de vida.

 

Quando estamos com a mente cheia, costumamos pensar que o caminho é “limpar a mente”. Como assim? Deixar a mente “em branco”? Parar de pensar? Nada disso. Todas essas ideias vêm à tona quando se pensa em Mindfulness e são frequentes os equívocos. Pensar é uma atividade natural – e inevitável – da mente.

 

O problema surge quando embarcamos em pensamentos cáusticos, que acabam determinando comportamentos dos quais queremos nos livrar ou que não queremos mais – ainda que nem sempre estejamos conscientes deles e das emoções corrosivas que eles produzem.

 

Mindfulness nos ajuda a termos consciência desses pensamentos e nos ajuda a manejá–los para que, efetivamente, tenhamos uma escolha diante de uma situação – e não tenhamos uma reação inserida em um piloto automático como costumamos fazer. Sabemos que há na vida de cada um de nós não só momentos alegres e felizes, mas também momentos de dor e de tristeza e, diante deles, também temos que tentar encontrar paz e equilíbrio.

 

Abertura, aceitação e gentileza são algumas das atitudes fundamentais para iniciar a prática de Mindfulness e aprender a viver melhor. Apenas quando abraçamos a vida por inteiro em sua totalidade, com todas as suas nuances, é que podemos nos sentir mais inteiros, mais completos e, principalmente, mais felizes.

 

---

FERNANDA BERBEL MIGUERES, 32, advogada, é responsável pelo site Sou Mindfullness, instrutora da prática certificada pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e ministra sessões em grupos e workshops em São Paulo.

Fonte: http://projetodraft.com/voce-ja-ouviu-falar-em-mindfulness/

O 1º Mindfulness acontecerá no Vale de Nazaré no dia 24.11.2018, sábado, das 10h às 18h. 

Você poderá ir adquirindo as principais informações entrando no grupo do WhatsApp: MINDFULNESS RELACIONAL.

Mande seu número de celular com seu nome completo para este WhatsApp - 11-9- 7221-6761 - que adicionamos você no Grupo do Mindfulness e assim receberá informações precisas e atualizadas, além de dicas maravilhosas, e no final do Encontro você receberá todo o material usado no 1º Mindfulness Relacional como vídeos, eslaides, pequenos textos, etc. 

PROGRAMAÇÃO DO DIA:

09:30 - Chegada e Cadastro;

10h    - Inicio dos trabalhos;

13h    - Pausa de 40 minutos para o almoço no local;

13:40 - Retomada dos trabalhos;

16:30 - Coffee Break;

18h    - Encerramento;

Local: Vale de Nazaré - BR 471 KM 52 - Logo após o Santuário de Schoenstatt sentido centro bairro.

         Santa Cruz do Sul - RS

 

Valor para todo o evento incluindo almoço, Coffee Break, material,etc, será de 

R$ 100,00 à vista e com depósito a ser efetuado até 21.11.2018. Não trabalhamos com Cartão e nem cheques.

Há situações em que se pode acertar na chegada, Nesses casos faça contato conosco com antecedência.

Favor enviar-nos cópia do comprovante de Depósito para confirmarmos sua Inscrição. Pode ser feito via o Grupo do WhatsApp: MINDFULNESS RELACIONAL. Dúvidas sobre outras formas de pagamento favor ligar das 9h às 11:30 e das 14 às 17h: 3715-4391.

Conta para depósito: 

Caixa Econômica Federal - Santa Cruz do Sul - RS

Agência: 0500

Conta Corrente: 2000-4

Operação: 003

Nome:  Instituto Humanitas - CNPJ:93.712.198/0001-17